COPA CIDADE CANÇÃO

Sub 12, Sub 13, Sub 14, Sub 15, Sub 16 e Sub 17.

Regulamento

COPA CIDADE CANÇÃO REGIONAL - BASE TEMPORADA 2020 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO - REC CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, PARTICIPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO Artigo 1º - Os Campeonatos das Categorias de Base 2020, Copa Cidade Canção, nas Categorias: Sub-12 (2008), Sub-13 (2007), Sub-14 (2006), Sub-15 (2005), Sub-16 (2004) e Sub-17 (2003), doravante denominado CAMPEONATO, é organizado pela Liga de Maringá (LDM) e será regido por este Regulamento Específico de Competições (REC), no que se refere ao sistema de disputa, critérios de participação e outras matérias específicas e vinculadas a esta Competição e pelo Regulamento Geral de Competições (RGC) da LDM. Paragrafo único - Em caráter subsidiário, o REC se submete também ao Regulamento Geral das Competições da Confederação Brasileira de Futebol (RGC/CBF), ao Regulamento Geral de Competições (RGC/FPF) e a todas as outras normativas nacionais pertinentes. Artigo 2º - O CAMPEONATO será disputado por Entidades de Prática Desportiva - EPD (CLUBES) ou Projetos esportivos ligados a Associações, por meio de convite da LDM. Parágrafo 1º - Para participarem do CAMPEONATO, os CLUBES devem preencher todos os requisitos constantes no Estatuto da LDM, e ter pedido de inscrição no CAMPEONATO deferido pela LDM de acordo com as decisões na reunião Arbitral. Parágrafo 2º - De acordo com os critérios deste artigo, os CLUBES participantes da Temporada 2020 são os constantes do ANEXO I deste REC. CAPÍTULO II SISTEMA DE DISPUTA Artigo 3º - Na Primeira Fase (Classificação) do CAMPEONATO, as equipes se enfrentam em turno único, todas no mesmo grupo classificando-se as quatro melhores de forma direta para as semifinais. Os confrontos serão dentro do próprio grupo. O mando de campo pertence à LDM. Se houver empate em números de pontos a equipe classificada será aquela que tiver melhor índice técnico da primeira fase, de acordo com o Artigo 6º do regulamento. Paragrafo único - Se houver no máximo, 6 (seis) participantes em cada categoria, os confrontos da primeira fase serão em turno e returno. Artigo 4º - Na Segunda Fase (Semifinais) do CAMPEONATO, os CLUBES classificados (quatro primeiros na classificação geral) que estavam dentro de um mesmo grupo irão se enfrentar em dois grupos: Grupo “A” - 1º colocado x 4º colocado e Grupo “B” - 2º colocado x 3º colocado. Paragrafo único - Se houver empate no tempo normal, o CLUBE classificado será definido após as cobranças de tiros livres diretos da marca do pênalti, conforme determina a Internacional Football Association Board, até conhecer-se o CLUBE vencedor. Artigo 5º - Na Terceira Fase (Final) do CAMPEONATO, os CLUBES classificados disputarão o Grupo “C” - vencedor do Grupo “A” x vencedor do Grupo “B”. Paragrafo único - Se houver empate no tempo normal, o CLUBE campeão será conhecido após as cobranças de tiros livres diretos da marca do pênalti, conforme determina a Internacional Football Association Board, até conhecer-se o CLUBE vencedor. Artigo 6º - O Desempate por índice técnico na primeira fase da competição vai seguir os seguintes critérios quando duas equipes estiverem com o mesmo número de pontos: 1º critério - maior número de vitórias; 2º critério - confronto direto somente entre duas equipes; 3º critério - menor número de gols sofridos; 4º critério - maior saldo de gols; 5º critério - menor número de cartões vermelhos; 6º critério - menor número de cartões amarelos; 7º critério - sorteio. CAPÍTULO III ATLETAS E CONDIÇÕES DE JOGO Artigo 7º - Terão condição de jogo no CAMPEONATO somente os atletas devidamente habilitados pelos CLUBES, constantes na Relação de Inscrição de Atletas da Competição em arquivo na Secretaria da LDM com os dados dos atletas, conforme normatização do RGC. Parágrafo 1º - A habilitação dos atletas para o CAMPEONATO será realizada pelos CLUBES exclusivamente pela inscrição na Relação de Atletas emitida pela LDM. A identificação do atleta é obrigatória e será feita mediante apresentação de documento oficial com foto, ao representante da presidência antes do início de cada partida. Parágrafo 2º - O prazo final para habilitação na Relação de Inscrição de Atletas (35 nomes) pelos CLUBES será a última quinta-feira, até as 12h (meio dia), por e-mail, que anteceder a última rodada da Primeira Fase conforme decidido na reunião Arbitral. Não será permitida troca, com excessão em caso de DUPLICIDADE desde que uma das equipes libere o mesmo. Parágrafo 3º - As inscrições de atletas que não tenham participado de competições oficiais na LDM, as equipes deverão apresentar RG, título de eleitor, ou qualquer documento oficial com foto no local do jogo, mas antes é necessário cadastrar o nome completo e o Registro Geral (R.G.) na entidade até quinta-feira, até as 12h (meio dia) na Relação de Inscritos. Parágrafo 4º - A utilização de Atletas Irregulares durante qualquer fase da competição implicará na perda de 3 (três) pontos pelo CLUBE infrator em favor da equipe adversária. Parágrafo 5º - A Relação de Inscrição de Atletas será publicada no site da LDM e considerada apenas a inscrição dos atletas no CAMPEONATO pelos respectivos CLUBES, desconsiderando punições aplicadas pelo TJD e STJD e/ou suspensões automáticas por cartões amarelos e vermelhos, ficando este controle de responsabilidade exclusiva dos CLUBES participantes. CAPÍTULO IV DISPOSIÇÕES FINANCEIRAS E PREMIAÇÕES Artigo 8º - Terão condição de jogo no CAMPEONATO somente os CLUBES que realizarem seus pagamentos da taxa de inscrição até o dia 02 de março, data limite para pagamento no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais) por equipe (por categoria), com os blocos da Ação entre Amigos (40 números a R$ 10,00) ou R$ 350,0 (trezentos e cinquenta reais) sem as rifas conforme apresentado no Arbitral. Parágrafo 1º - Fica autorizado a LDM fazer os ajustes necessários com os CLUBES para o recebimento por meio do empenho financeiro de Prefeituras e parceiros de acordo com as garantias inerentes aos pagamentos das taxas de inscrição. Artigo 9º - Todos os jogos só terão início após o acerto da taxa do jogo, no valor de R$ 120,00 (cento e vinte reais) dos CLUBES junto ao Representante da Presidência designado pela LDM para fazer os trabalhos de Delegado da partida. Parágrafo 1º - A taxa de jogo da LDM custeará a organização, divulgação, controle dos indicadores das equipes, a arbitragem e os representantes no jogo. Artigo 10º - As equipes finalistas e os destaques individuais serão premiados com troféus e medalhas definitivas e personalizadas com o visual do CAMPEONATO da LDM. Serão troféus aos campeões e vices de cada categoria, troféu de artilheiro para cada categoria, troféu de melhor goleiro para cada categoria e troféu para o melhor atleta da competição, em cada categoria. Medalhas aos campeões (25 medalhas) e vice-campeões (25 medalhas). CAPÍTULO V DISPOSIÇÕES GERAIS E FINAIS Artigo 11º - Caberá aos CLUBES apresentarem antes do início do jogo, 2 (duas) bolas em perfeitas condições de uso para utilização durante a partida. Artigo 12º - As equipes deverão adentrar no campo de jogo 5 (cinco) minutos antes do início da partida com no mínimo de 7 (sete) e no máximo 11 (onze) atletas. Nenhum jogo do CAMPEONATO poderá ser iniciado com menos de 7 (sete) atletas, caso isso ocorra o árbitro aguardará 30 (trinta) minutos para o início da partida, findo os quais e permanecendo o fato, o CLUBE regularmente presente será declarada vencedora pelo escore de 3x0 (três a zero). Parágrafo único - Todos os atletas deverão estar devidamente uniformizados com camisetas, calções, meias, chuteiras e caneleiras, conforme recomendações da Internacional Board. As camisas poderão ter numeração de 1 até o número 99. Artigo 13º - O atleta substituído poderá permanecer no banco de reservas, o mesmo ocorrendo em relação aos atletas que não entrarem no jogo, depois de realizada a quinta substituição, porém os mesmos deverão permanecer devidamente uniformizados. Parágrafo único - O atleta expulso, não poderá ficar no banco de reservas, o mesmo ocorrendo com as demais pessoas relacionadas na súmula se forem excluídas da partida. Artigo 14º - Em m casos de AGRESSÃO, a qualquer integrante da arbitragem, representantes ou diretores da LDM por parte de jogadores, dirigentes ou torcedores, o CLUBE será punido de acordo com o RGC da LDM e do CBJD. No caso de jogadores e dirigentes, estes estarão eliminados da competição. Casos ainda mais graves de VIOLÊNCIA, os CLUBES serão excluídos da COMPETIÇÃO. Parágrafo único - Só serão aceitos recursos na LDM até 48 horas após a realização da partida, após o pagamento de 3 (três) salários mínimos (Paraná) junto à tesouraria da LDM. Artigo 15º - Cada partida valerá 3 (três) pontos para o CLUBE vencedor; se houver empate, cada CLUBE somará 1 (um) ponto e, nenhum ponto será somado em caso de derrota. Artigo 16º - As partidas da Categoria Sub-12 terão seu tempo de jogo de 40 minutos, divididos em 2 tempos de 20 minutos com até 10 minutos de descanso no intervalo. Ns Categorias Sub-13 e Sub-14 o tempo do jogo será de 50 minutos, divididos em 2 tempos de 25 minutos com até 10 minutos de descanso no intervalo. Os jogos das Categorias Sub-15 e Sub-16 serão disputados em 60 minutos, divididos em 2 tempos de 30 minutos com até 10 minutos de descanso no intervalo. A Categoria Sub-17 terão seus jogos disputados em 70 minutos, divididos em 2 tempos de 35 minutos com até 10 minutos de intervalo. Artigo 17º - Os Anexos com os CLUBES de cada categoria, podem ser consideradas inscritas as que constam na Tabelas de Classificação da plataforma iFUT com as respectivas equipes, já validadas por conta das inscrições realizadas pela Liga de Maringá e com os atletas e comissões técnicas inscritas pelos representantes dos CLUBES participantes. Artigo 18º - As equipes participantes da competição deverão seguir fielmente todos os artigos e parágrafos deste regulamento, que será soberano e prioritário sobre qualquer outro regulamento. Os casos omissos ao presente regulamento serão resolvidos pela J.J.D. da LDM que aplicará o que determina o CÓDIGO BRASILEIRO DE JUSTIÇA DESPORTIVA (CBJD) e REGULAMENTO GERAL DAS COMPETIÇÕES (RGC) organizadas pela LIGA DE MARINGÁ ou da FEDERAÇÃO PARANAENSE DE FUTEBOL. Artigo 19º - Este regulamento serve como o conjunto de concordâncias para as competições da LDM nesse primeiro semestre, tendo seus Artigos, discutidos e aprovados pela maioria presente em reunião arbitral com representantes da maioria dos CLUBES inscritos nos eventos. Douglas Mattos Presidente Dr. Umberto Carlos Becker - OAB: 15.743 Presidente da Junta de Justiça Desportiva Júlio César de Andrade Diretor Financeiro Aparecido Donizete Santana Diretor de Patrimônio Ademir José Delgado João Marcelo de Souza José Carlos dos Santos Membros da Comissão de Arbitragem

Parceiros

QualiSports , empresa tradicional e conceituada em Maringá. Líder no seu ramo de atividades...

Equipes da Competição

PROJETO SOCIAL ÍNDIO

PROJETO SOCIAL ÍNDIO

Árbitros Relacionados